terça-feira, setembro 09, 2003

ursa maior


andarilho de estrelas vasto
como um átomo humano e
coisa indefinida habitante
do mistério e da luz

vou destruindo muros aos m
urros e ouvindo b
e rros de alegria e cansaço

nos cardumes do aleatório

vivo